Artigo no “Correio dos Açores” sobre a BuyinPortugal.pt

B2B e-marketplace

Artigo no “Correio dos Açores” sobre a BuyinPortugal.pt

09/12/2016 Artigos Notícias 0

“Há vários produtos açorianos que são exportáveis mas que precisam de uma ajuda”

Foi ontem apresentada aos empresários micaelenses uma nova plataforma portuguesa que se propõe ajudar as empresas portuguesas a exportarem os seus produtos. O responsável pela criação desta plataforma, a “buyinPortugal.pt”, é Ricardo Wallis que trabalhando no comércio internacional “há muitos anos”, reconheceu uma necessidade para as empresas nacionais.
Desta forma, resolveu criar uma plataforma que ficou concluída há poucos meses, estando agora a ser divulgada e apresentada aos empresários nacionais. O objectivo, informou Ricardo Wallis que esteve ontem no Nonagon, na Lagoa, “é explicar como funciona, explicar o que as empresas podem fazer dentro da plataforma e como podem receber encomendas de empresas estrangeiras”. A plataforma, explica Ricardo Wallis, pretende que “não haja só encomendas mas que as encomendas efectivamente se concretizem”. Porque a plataforma “buyinPortugal.pt” não só facilita o contacto entre empresas portuguesas e estrangeiras, como possibilita que se façam negócios já que na plataforma é possível fazer-se encomendas, fazerem-se devoluções de mercadoria, enviar mensagens e colocar vídeos e fotografias.
É nessa concretização das exportações que Ricardo Wallis também quer envolver as empresas dos Açores. Em São Miguel, além dos empresários presentes na apresentação deste novo serviço, o empresário também manteve reuniões com algumas empresas.
A expectativa “é boa”, até porque Ricardo Wallis pretende ter um leque bastante abrangente de empresas no site. E não só de produtos mas também de serviços, “um advogado, engenheiro, arquitecto que possa prestar serviços noutros países, pode estar na plataforma. Não vai vender mas pode receber pedidos de empresas estrangeiras”, refere.
Mas apesar de não querer avançar quantas empresas já estão registadas no site de negócios, Ricardo Wallis avança que já estão registadas “algumas empresas líderes de mercado” a nível nacional.
No entanto alerta que a “buyinPortugal.pt” não deverá arrancar com muitas empresas “porque seleccionamos as empresas presentes”. Não pela dimensão mas sim pela fiabilidade e pela imagem que podem passar de Portugal, porque “têm de ser empresas credíveis, que possam vender bons produtos portugueses, que não vendam produtos falsos, que cumpram com prazos. No fundo, que não nos deixem ficar mal”.
Novamente sem avançar números sobre a quantidade de empresas açorianas ou sobre sectores económicos que possam estar presentes na plataforma, Ricardo Wallis espera que haja “um bom leque de empresas que mostrem o espectro português e por isso tem de haver algumas dos Açores também porque há empresas exportadoras em todo o lado”.
Até porque o empresário reconhece que “há vários açorianos que são exportáveis mas precisam de ajuda”, refere ao adiantar que além das bebidas e queijos dos Açores há outros produtos apetecíveis para empresas estrangeiras.
Ricardo Wallis, que tem uma relação afectiva com os Açores e em especial com São Miguel onde viveu durante três anos, diz que espera que esta plataforma “possa ajudar a alavancar a economia açoriana. Claro que sim”, conclui.

FONTE: “Correio dos Açores

 

para continuar a ver este site, deve concordar em aceitar cookies. mais informação

As definições de cookies neste site são definidas como "permitir cookies" para lhe dar a melhor experiência de navegação possível. Se continuar a usar este site sem alterar suas configurações de cookie ou cliquar em "Aceitar" em baixo, você concorda com isso. The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

fechar